Leitura básica de Partitura para Piano.

Pauta de Partitura

Pauta é a região onde escrevemos as notas musicais. Essa região é formada por linhas e espaços. Cada linha e cada espaço são usados para representar uma nota musical diferente. Na figura abaixo, você pode ver a numeração das linhas (1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 5ª) na clave de Sol.

Como ler a partitura

Repare como existem 5 linhas na pauta. É possível também criarmos mais linhas para alcançarmos outras oitavas (a primeira nota Dó desse exemplo, bem como a última nota Lá, estão em linhas extras, também chamadas de “suplementares”).

Clave de Sol

Os músicos, ao longo da história, escolheram posições diferentes para as notas nas linhas das pautas. E por isso foram inventadas as claves, símbolos que serviriam para sinalizar a nota e a linha de referência que se adotava. A clave mais usada para violão, piano e voz é a clave de Sol. Ela recebeu esse nome porque informa que a nota que estiver sobre a segunda linha se chamará Sol. Note como o próprio desenho da clave começa na 2º linha (indicação em vermelho na figura abaixo).

Muito bem, agora que você já sabe onde está o Sol, poderá registrar todas as outras notas seguindo a mesma lógica que vimos acima:

Localização das notas na Clave de Sol

Agora vamos esclarecer qual é a relação desses pontinhos no papel com o instrumento. Na figura abaixo, estão representadas as oitavas de um piano comum. Perceba como cada Dó tem uma posição diferente na pauta, dependendo da oitava em que se encontra.

Obs: Esse Dó central (C3) é o Dó que se localiza bem no meio do teclado ou piano.

Clave de Fá

clave de Fá é utilizada para representar as notas mais baixas (graves). As oitavas mais graves do piano não tem correspondência na pauta da clave de Sol. É por essa razão que foi criada essa outra clave. A clave de Fá segue a mesma lógica da clave de Sol, só que a localização das notas é um pouco diferente. Aqui, o símbolo é desenhado a partir da 4º linha e indica que sobre esta linha está a nota Fá. Note que essa nota fica entre os dois pontos da figura. Sabendo isso, podemos escrever as demais notas:

Localização das notas na Clave de Fá

clave de fa

No piano, a localização das oitavas fica da seguinte forma nessa clave:

Repare que na clave de Fá existe o mesmo Dó que você viu representado na clave de Sol (Dó central). É um ponto de encontro!

Como essa clave mostra as notas mais graves, no piano ela representa o que você deve tocar com a mão esquerda, enquanto a clave de Sol mostra o que você deve tocar com a mão direita. Por isso, as partituras para piano costumam ter duas pautas (uma para cada clave) simultâneas, já que podemos tocar com as duas mãos ao mesmo tempo.

Figuras de tempo

Figuras musicais (ou figuras rítmicas) são símbolos utilizados para representar os tempos de uma música. Agora que já aprendemos a representação das notas na partitura, chegou a hora de estudarmos como os tempos são escritos. A duração de cada nota ou acorde numa partitura vai ser determinada pelas figuras rítmicas abaixo:

 Principais figuras musicais

figuras musicais

 Legal, mas quanto tempo cada uma dessas figuras dura? Veremos isso agora. Primeiramente, saiba que nós acabamos de mostrar as figuras, em ordem, utilizando a seguinte lógica: cada figura musical apresentada dura metade do tempo da figura anterior. Ou seja, a Mínima dura metade do tempo da Semibreve. A Semínima, por sua vez, dura metade do tempo da Mínima e assim por diante. Vamos exemplificar: se atribuíssemos valores quaisquer a essas figuras, dizendo, por exemplo, que a Semínima vale 1, teríamos o seguinte:

 semibreve

Obs: escolhemos aqui o valor 1 para a Semínima apenas para termos uma referência. Vamos fazer isso ficar mais prático agora levando para a vida real. Digamos que o valor de uma Semínima seja de R$ 1,00. Isso significaria que:

 – a Colcheia vale R$ 0,50

– a Mínima vale R$ 2,00

– a Semicolcheia vale R$ 0,25

– etc.

Esse exemplo foi importante para introduzir a ideia de que em uma Semínima cabem 2 Colcheias ou 4 Semicolcheias ou 8 Fusas, etc. Observe abaixo:

seminima

Obs: repare que as figuras mais rápidas que a semínima aparecem ligadas, formando blocos que correspondem a uma semínima. Por exemplo, duas colcheias, uma ao lado da outra, semicolcheias, são ligadas da seguinte forma:   colcheias

Nesse diagrama, fica fácil de se observar como as figuras cabem dentro umas das outras. Repare que cabem 32 Fusas dentro de uma Semibreve. Portanto, se a Fusa representasse 1 segundo, uma Semireve representaria 32 segundos.

Pausas musicais

Pausas musicais são intervalos de tempo em que deve haver silêncio, ou seja, nenhuma nota deve ser tocada nesse instante. A lógica dos tempos é exatamente a mesma que vimos para as figuras musicais. Existem pausas de semibreve, mínima, semínima, etc. Veja abaixo a representação de cada uma delas:

Exemplos de pausas musicais

pausas musicais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *